Justiça concede liberdade a dois executivos do Megaupload


Mediante pagamento de fiança, o programador Bram van der Kolk e o diretor de marketing Finn Batato serão libertados, mas devem ficar sob monitoramento eletrônico.

A Justiça da Nova Zelândia concedeu liberdade, mediante pagamento de fiança, a dois dos quatro executivos do serviço de compartilhamento de arquivos Megaupload que foram presos na última sexta-feira (20/01), de acordo com informações do portal Stuff. O site foi fechado após uma operação do FBI motivada por acusações de infração de direitos autoriais moivda pela Universal Music.

O juiz da Corte Distrital da Costa Norte, David McNaughton, determinou que o diretor de marketing do Megaupload, Finn Batato, e o programador Bram van der Kolk permaneçam sob custódia até que suas casas estejam prontas para monitoramento eletrônico.


Devido a atrasos na apresentação, a audiência de Mathias Ortmann, diretor técnico do Megaupload, deve continuar nesta tarde.
Ontem (25/01), a Jusitça determinou que a prisão preventiva do fundador do Megaupload, Kim Schmitz, seja mantida até 22/2 e negou o pedido de liberdade mediante fiança. A audiência de extradição de Schmitz deve ocorrer nesta data.

O juiz McNaughton não revelou sua decisão desde a tarde da última segunda-feira, quando a audiência sobre o pedido de fiança de Schmitz foi realizada.

Durante o julgamento, o procuradoria alegou que o fundador do Megaupload representava um risco de fuga "significativo" devido à sua riqueza.

O advogado de Schmitz contestou, dizendo ao tribunal que os fundos de seu cliente tinham sido apreendidos, e que a mídia e governo dos EUA tinham "deturpado" o negócio do seu cliente.

Finn Batato, Mathias Ortman, e Bram van der Kolk enfrentam acusações semelhantes de violação de direitos autorais, extorsão e lavagem de dinheiro.

Todos os quatro homens foram presos na última sexta-feira pela polícia neozelandesa, que executou mandados de prisão provisória solicitados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Fonte: IDGNow


Digite seu e-mail e receba nossas atualizações automaticamente.

Comentários

 
▲ Topo